Precisamos de espaço para crescer.

04.08.2016

Recentemente tive a minha primeira experiência com o Airbnb. O que isso tem a ver com coragem? A primeira coisa que pensei assim que a dona da casa deixou o local foi: que coragem de alugar a casa que tu moras para estranhos! Eu fui no banheiro e estavam todas as coisas dela e do marido lá, no quarto tinham as roupas, toalhas, na sala, os livros, na cozinha tudo estava lá. Foi uma sensação estranha, eu confesso. Eu não sabia se eu me sentia em casa ou se eu me sentia uma intrusa fazendo parte da vida de completos desconhecidos.

 

 

 

Foi então que eu comecei a pensar sobre esse sentimento de coragem e como ele está constantemente presente nas nossas vidas. Mesmo quem acha que não é corajoso, na verdade é.

 

Estamos cercados de pequenos atos diários de coragem.

Como dizer “eu te amo” para pessoa amada pela primeira vez. E se a outra pessoa ainda não estiver pronta para ouvir, e se ela não retribuir?

 

Quem dá o primeiro passo tem muita coragem.

 

O que falar daquelas pessoas que optam por mudar de emprego. A situação pode até estar ruim no emprego atual, mas encarar o incerto dessa mudança, isso exige coragem.

Eu posso enumerar outros como mudar de cidade, mudar de país, viajar sozinhx, ir ao cinema sozinhx, ter um bebê, terminar um relacionamento, assumir sua sexualidade, sair da casa dos pais, demitir um funcionário, abrir um negócio, mudar de área, são tantos! Pela correria diária, às vezes tudo isso passa despercebido e não damos o devido valor.

Outro ato de coragem, que algumas vezes não é reconhecido, é quando uma empresa decide lançar um produto novo. Muitas vezes a gente não tem ideia da complexidade e os riscos envolvidos nessa operação.

Esta decisão nasce de uma pessoa ou um grupo de pessoas extremamente corajoso. A pressão vem de todos os lados, da direção, da equipe, do mercado e da própria pessoa. Esta última eu acho que deve ser a maior, pois é quando tu firmas um compromisso contigo mesmo.

O mercado precisa cada dia mais dessa ousadia, dessa valentia; para evoluir, inovar, se adaptar, construir o futuro que queremos. As empresas precisam estar conscientes e criar um ambiente favorável para que a coragem tenha espaço, assim como pequenos fracassos.  

 

Tem uma frase que resume muito bem: “O custo de estar errado é menor do que o custo de não fazer nada”. Seth Godin

Please reload

Posts em Destaque

Não adianta parecer, é preciso SER.

April 17, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

    51 98108.2187
    51 99243.3331

    • Branca Ícone Instagram
    • White Facebook Icon
    • White LinkedIn Icon